Terapia Online para empresários
Apesar de gratificante, ser empresário ou empreendedor nos leva a uma visa cíclica, com altos e baixos e dispor de um equilíbrio emocional é fundamental para atravessar com eficiência os momentos mais difíceis. Obviamente neste processo de enfrentamento, muitas características desfavoráveis nos saltam à superfície:
  • Insegurança na tomada de decisões muitas vezes motivada pelo medo em arriscar
  • Pouca capacidade agregadora e empática na formação de equipes e forças tarefa de trabalho

  • Dificuldade de em separar questões familiares/ amorosas, fazendo que estas interfiram no trabalho de maneira inconsciente

  • Pouca condição estrutural emocional para lidar com problemas relacionados às questões éticas, morais dentro do contexto cultural brasileiro onde a conduta corrupta é bastante disseminada.
  • Insegurança em posicionar suas convicções e alicerces como empreendedor por medo de não aceitação.
  • Dificuldade em manejar a própria agressividade em prol dos propósitos da empresa, deixando de aproveitar os benefícios do instinto e da intuição.

  • Pouca formação e estrutura emocional para a liderança / chefia
  • Dificuldade em apaixonar-se por seu sonho de negócio e disseminar / contagiar essa”paixão” para a equipe.
  • Inclinação à pouca confiança no outro e tendencia a assumir uma quantidade exagerada de responsabilidades, gerando stress e sobrecarga emocional
  • Dificuldade de autoanalisar-se e reconhecer-se como a principal causa de problemas na empresa em muitos casos.
  • Incapacidade me lidar com as diferenças e idiossincrasias das pessoas
Em quê a terapia online pode ajudar?

O que se propõe para combater a essas e muitas outras questões de ordem emocional no empresário / empreendedor é algo inovador e ao mesmo tempo óbvio: o despertar para a EDUCAÇÃO EMOCIONAL. Ao fazer terapia, o psicanalista irá oferecer ao empresário/ empreendedor ferramentas de autoconhecimento para que este possa ampliar horizontes a respeito de si mesmo em relação sua própria concepção como sujeito, ou seja, oferecer autonomia e isenção emocional para enxergar de maneira honesta e crua para si mesmo uma determinada situação que não favoreça o futuro da empresa/empreendimento. Muitas vezes o próprio empresário/ empreendedor é a causa de uma situação difícil. Diferente de outros métodos terapêuticos, a terapia psicanalítica convida ao analisante a se incomodar em confrontar questões emocionais difíceis de ser vistas por si mesmo e que se misturam no ambiente laboral como:

  • Carências maternas/paternas.
  • Descontrole emocional.
  • Reflexos/traumas de momentos importantes do passado.
  • Dificuldade em se colocar no lugar do outro

  • Separar razão da emoção

  • Identificação / separação de si mesmo e o outro

O princípio básico para aventurar-se na terapia psicanalítica é a conscientização da própria responsabilidade e capacidade de influência positiva ou negativa nos processos emocionais. Geralmente o plano emocional é esquecido no ambiente laboral. Pense nisso.
facebook_page_plugin